sábado, 6 de Junho de 2009

Avaliação em educação de infância

Anteriormente tínhamos deixado o guião para a avaliação do espaço-materiais na sala de jardim de infância, agora deixamos também o guião referente à avaliação da organização do tempo. Esperemos que de alguma forma este material sirva para educadores/as e futuros/as educadores/as poderem fazer uma maior reflexão das suas práticas educativas. Esta avaliação é um passo importante para o desenvolvimento de práticas mais reflectidas e coerentes.
As nossas crianças têm o direito a ter uma educação de qualidade.
Guião para avaliação da organização do tempo no jardim de infância
Jardim de Infância:
N.º de crianças do grupo:
Idades das crianças do grupo:
Outras observações importantes:
Data de preenchimento da ficha:
Observador/a:
1. Início do ano escolar
1.1. Como foi definida a organização da sequência diária das actividades?
1.1.1. Só pela/o educador/a? Como?
1.1.2. Pela/o educador/a em conjunto com o grupo de crianças? Como?
1.2. Quais foram as estratégias utilizadas para a familiarização das crianças com a sequência diária das actividades?
2. Alterações posteriores
2.1. Após a fase inicial do ano escolar, a sequência diária das actividades sofreu algumas alterações? Quais?
2.1.1. Como foram definidas estas alterações?
2.1.1.1. Só pelo/a educador/a? Como?
2.1.1.2. Pelo/a educador/a em colaboração com as crianças? Como?
2.1.2. Porque surgiram estas alterações?
2.1.3. Que implicações tiveram estas alterações nas práticas de trabalho?
3. Organização actual
3.1. Qual é a sequência diária mais frequente?
3.2. Qual é a duração (aproximada) de cada um dos momentos de actividades existentes na sequência diária?
3.3. Como é que cada um destes momentos de actividades é assinalado ao longo da sequência diária?
3.3.1. Pelo/a educador/a? Como?
3.3.2. Pelo/a educador/a em colaboração com as crianças? Como?
4. Observação de uma semana a partir da utilização da grelha de observação apresentada em 4.1.
4.1.
Hora:
Actividade:
Duração:
Iniciativa
Criança:
Educador/a:
Grupo:
Forma do Grupo
Individual + pequeno grupo:
Grande grupo:
Individual:
Observações:
4.2. Qual a sequência diária mais frequente ao longo da semana observada?
4.3. Qual o tipo de actividades que aparecem com mais frequência?
4.3.1. As que implicam a livre escolha das crianças?
4.3.2. As que são orientadas pelo/a educador/a?
4.4. Qual a forma do grupo mais frequente?
4.5. Como está feita a articulação entre as iniciativas da criança e as do/a educador/a durante o desenrolar dos dias de actividades?
4.6. O número de actividades da sequência diária é o mais adequado?
4.7. Os momentos do dia destinados ao desenvolvimento de cada tipo de actividades são os mais adequados?
4.8. O tempo médio de duração de cada tipo de actividades é o mais adequado?
4.9. Qual o tempo médio que as crianças passam durante o dia no recreio?
4.9.1. Qual o papel do/a educador/a durante estes momentos?
4.10. Qual o tempo médio que as crianças passam durante o dia em momentos de espera?
4.11. Qual o tempo médio que as crianças passam durante o dia em actividades de rotina diária de tipo não escolar (lanche, idas à casa de banho, almoço...)
4.11.1. Qual o papel do/a educador/a durante estes momentos?
5. Alterações necessárias
5.1. Que alterações serão importantes realizar em relação à forma como o tempo está organizado? Porquê?
5.2. Quais serão as implicações destas alterações?
6. Principais dificuldades
6.1. Quais as principais dificuldades sentidas em relação ao trabalho de organização de tempo?
6.2. Formas possíveis de as ultrapassar?
Fonte: Cadernos de Educação de Infância, n.º 81 - Agosto/2007

Sem comentários: